segunda-feira, 26 de abril de 2010

Bom dia;

Meu amor me acorda com o corpo gelado, saído do banho. Meu amor me beija o pescoço as costas nuas a nuca e as estrelas. São mais de três mil, duzentos e oitenta e cinco mil dias de sins e nãos. São quase quatro mil dias de possibilidades conjugadas no plural. Aí, de mãos dadas, caminhamos para tomar café com pão passado na manteiga. Meu coração batia tão ligeiro, mas parecia um passarinho. Eu sou o seu canário belga cor-de-azul.

2 comentários:

  1. O amor quando canta assim, baixinho na pele, respingando a vida com água de banho e nos leva a tomar um café bem cedinho, ahhhh, é tão lindo! ;oD
    Viva, frô!!!

    ResponderExcluir